segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Nós na garganta


Idéia pra fazer depois. Pegar um quadro de nós e colocar uma moldura de pescoço... Nó na garganta bem literal. Afinal, nem tudo precisa ser inteligente. Putz... olhando agora acho que ficou meio fálico, hein?

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Pat Garrett & Billy The Kid



Nossa, que filmaço. Não sou um entusiasta de western, mas depois de ver esse filme, tatuaria um coldre na coxa fácil fácil (pronto, passou). Pra quem não conhecia como eu, a história é a seguinte: Pat e Billy eram comparsas da contravenção no bom e velho oeste pelos idos de 1880. Pat, que não era bobo nem nada, vira xerife e tem que ir atrás do pimpão do Billy The Kid.

Esse filme do Sam Peckinpah tem muitos méritos, como as atuações principais, a trilha do Bob Dylan, que também atua legal, e a idéia de quem é fora da lei e que é da lei... porra. Uma das coisas legais também é a quantidade de tipinhos estranhos. Desenhei dois: o Alamosa Bill, pilantrão assassino com olhos no mínimo expressivos, e o Xerife Cullen, homem sem queixo que protagoniza uma das cenas mais lindas, quando tá baleado na beira de um rio, olha pra mulher sorrindo e toca Knocking on Heavens's Doors. Peeela madrugada...

Outra pérola do filme é a sequência do Pat Garret fazendo um pit stop durante a perseguição em um bordel. Fica pra outra leva de desenhos. Afinal, vou rever muitas vezes esse filme.

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

The Sopranos - clica que aumenta


Essa série é muito boa. Máfia sem glamour nenhum. Ao invés de cassinos luxuosos, comércio ilegal de bebida e showbizz, cartel do lixo, roubo de pirús no Dia de Ação de Graças e um bordel pulguento. Nada contra máfia com glamour, mas a família Soprano mata a pau.

Fiz esse desenho durante um episódio da terceira temporada. A Lê disse que o Tony ficou muito queixudo. Acho que ficou mesmo... mas pelo menos consegui captar a ótima postura dele quando senta e cruza as pernas. Esse cara vai ter problemas sérios na coluna...

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

AGUIRRE, A FURIA DOS DEUSES


Esse é o Klaus Kinski como Aguirre, um belo de um filha da puta lunático em busca do Eldorado. Filmaço! Não dá pra entender como esse cara, de fisionomia no mínimo curiosa, é pai da Natasha Kinski.

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

O Grande Livro de Microcontos


Vince Vader compilou mais pérolas de 140 caracteres no segundo volume do Grande Livro de Microcontos. Um web-book com um olhar sobre o cotidiano nerd. Quem segue o vader no twitter ou leu o vol.I já riu muito disso. Esta é a ilustração da capa do Vol.II: um nerd sonhando que está mestrando um rpg.

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Caneta azul




Uma porpeta policial, um segurança particular e um político, tirados de uma foto que tava no Uol. 

terça-feira, 13 de julho de 2010

Velhos amigos

Taí uma boa brincadeira: desenhar como você imagina que as pessoas serão quando tiverem mais idade. Se a gente começa a traçar toda linha que vê, as pessoas ficam naturalmente envelhecidas no papel, daí é só avacalhar.
De cima pra baixo: Vader, Snow, Julo e Big (com 35, 20, 40 e 5 anos a mais respectivamente). Todos serão velhos decrépitos, quanto a isso não há dúvida.
A curiosidade aqui é que o Julo reconheceu no Julo mais velho uma tia avó dele. Retrato de Dorian Gray total.

terça-feira, 1 de junho de 2010

AAAAAAAAAAAAHhhhhh

Livre interpretação da foto. Pergunta – o sujeito está: a) sendo castrado; b)dando xilique; c) virando lobisomem?

domingo, 30 de maio de 2010

quarta-feira, 5 de maio de 2010

you win some, lose some, it's all the same to me


O Lemmy é foda... toca baixo como se fosse guitarra, tem uma voz detonada dos infernos e representa uma banda que não quer reinventar a música. Quer é botar pra fuder. Queria ter ressaltado mais as verrugas dele. Aliás, acho que vou desenhar ele mais novo também, mais Kill by Deth pra comparar... bom, de qualquer jeito, acho que ele é desses caras que já nascem detonados.

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Marvin Gaye japa


Fui num karaokê e me deparei com a seguinte figura. Um japinha fransino, com 0% de mojo. Mas o cara soltou a voz no "Let's get it on" de um jieto que fez todas as moçoilas arrepiarem. O segredo? Prática. Descobrimos depois que ele é o DONO do karaokê.

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Brincadeira nova






Desenhos de bolhas-pessoas na máquina de lavar. A plasticola é divertida e dá pra tirar fácil fácil com um pano seco. É bom que não tem arrependimento: se ficar ruim, é só limpar e fazer de novo. O plano é lotar de bolhas a máquina.

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Rufo+pernas























A passos de tartaruga, Rufo vai ganhando corpo. Um belo dia o desenho será terminado e ele estará apoiado em um balcão de bar olhando pro seu copo de leite. Pronto, contei o final.  

Please to meet you... hope you guess my name

Fui no show do Black Drawing Chalks numa quinta sem fim. Banda genial. E tomei uma tequila adivinha com quem. O coisa ruim em pessoa! Na verdade era o Paulão, mas que parece, parece.

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

3 desenhos


















O primeiro desenho é um rascunho vagabundo pra ilustrar um conto do Vader. Criança infeliz na companhia de bêbados. Mais desenhos assim virão.

O segundo é o registro rápido de mais um que tirou uma pestana aqui em casa.

O terceiro é um cara pedindo fogo no bar. Lembrança vaga do dia em que quebrei meu dente da frente.

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

rufo+3dedos


Seria Rufo, o desafortunado caminhoneiro, um adepto da ordem templária que junta os três dedos e pensa positivo pra achar uma vaga?

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

domingo, 31 de janeiro de 2010

desenhos do dia que eu quebrei o dente



Auto-retrato é uma coisa bem prática. O modelo sempre está à sua disposição e não se chateia se ficar feião no retrato ou se não ficar parecido. Fiz dois eus com pincel. No primeiro uma clara influência do Earl hahahaha e o segundo parece desenho do fido nesti (guardadas as devidas proporções, claro). O terceiro eu nunca vi mais gordo.

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Rufo

Mesmo Delivery é o tipo da HQ pra ler pelo menos uma vez por mês. Esse é o Rufo (parte dele na verdade), o motorista que está fazendo uma entrega com a condição de não saber o que está levando e não poder abrir em hipótese alguma o container.

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

sábado, 9 de janeiro de 2010

canto




Quando gosto de um desenho, coloco na parede com fita crepe. Deixa meu quarto muito legal, apesar de parecer uma favela. Na real, tem alguns desenhos que deixo de gostar no dia seguinte, mas não tiro de lá porque parece que eles já fazem parte do todo. Como se um desenho conversasse com o do lado e assim por diante.





Por exemplo, acabei de pendurar toscamente um dos desenhos de uns posts atrás. Agora o "Earl de perfil que não ficou parecido com o Earl" tá olhando pra gostosa do lado (uma bela litogravura do amigão Sergio Magno).